Esperança featured

Esperança

20:14:00Saulo Brunello


 
Esperança
“Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração;” (Romanos 12:12)

Falar sobre esperança é algo que eu considero fácil e simples. Mas como se alegrar na esperança? Conhecendo o que conheço do meu Deus é pecado capital não ter esperança. Sei que meu redentor vive, sei que servirá uma mesa no deserto, mudará meu lamento em dança. Vai me levar morar com Ele pela eternidade como herdeiro! Esperança eu conheço de perto.

O que a maioria das pessoas nunca parou para meditar, e por isso mesmo não se alegra na esperança que tem, é que só temos esperança quando as coisas estão ruins. Milionários tem esperança? Sim, mas muito diferente de um pobre. Saudáveis tem esperança? Sim, mas não é a mesma de um enfermo ou deficiente. Amados e bem tratados tem esperança? Lógico, mas não como um abandonado solitário. O desesperado não é justamente aquele que perdeu ou teve abalada sua esperança? Nunca vi um desesperado alegre, embora como se diz “vou morrer sem ver de tudo”.

Precisamos aprender a cultivar alegria quando tudo está bem, ou pelo menos quando a maioria das coisas está bem, de modo que quando vierem os tempos maus tenhamos esperança. Estamos em uma caminhada repleta de altos e baixos. Isso não é defeito, é para ser assim mesmo, pois nas dificuldades aprendemos muito muito mais do que nos tempos de calmaria. Existe um princípio bíblico de que nem tentação, nem provação, nem qualquer desafio – nada – pode nos vencer se mantivermos foco e esperança. O foco nos ajuda a manter os olhos no autor e consumador de nossa fé. A esperança nos mantém animados e com atitude vitoriosa. A alegria vem com a esperança, desde que tenhamos esta esperança.

Outra forma importante e necessária de entender este texto bíblico maravilhoso, é de que quando temos esperança devemos aprender a nos alegrar nela - talvez somente nela. Há outro motivo de alegria? O cidadão está falido, doente, amargurado, endividado, moralmente desgastado, abandonado, solitário, depressivo… vai se alegrar em quê? Se não for na esperança, não resta mais em que se alegrar, mas ela deve bastar. Se não se alegrar, pouco resta para motivar a vencer.

Deus nos deu e nos dá esperança Nele. Ou acreditamos nisso, ou não estamos acreditando Nele. Viver um evangelho verdadeiro e genuíno tem dessas coisas: alegrar-se quando não há em que se alegrar, mas resta-nos a esperança. É suficiente.

“Senhor, eu quero conhecer uma esperança viva que me leve a ter alegria nela. Ensina-me, Pai, a andar de acordo com a Tua Palavra para eu ter esperança na Fonte verdadeira e me alegrar.“

You Might Also Like

0 comentários

Mensagens Mais Lidas

Pensamentos e Reflexões Cristãs

Formulário de contato