featured inversão

Inversão

12:21:00Saulo Brunello



"Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros. Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também." (João 13:14-15)

Muito se tem falado sobre liderar e servir, inclusive tem aquele ótimo livro “Liderança Servidora”, de James C. Hunter, o qual tive o prazer de participar de uma palestra e ouvi-lo, recomendo.

Você pode ver este tipo de liderança em ação nos evangelhos, que registram a atuação de Jesus Cristo em nosso meio. É um tipo de liderança totalmente diferente da usual em que há alguém dando ordens e os outros devem apenas obedecer.

Se observarmos as empresas que dão certo, veremos que todas elas procuram servir bem ao seu cliente. Seja uma revenda de carros, seja a fábrica, uma igreja que serve, etc. Quanto mais uma organização ou alguém serve aos demais, maior se torna.

Um pai de família que cuida da sua própria casa está demonstrando esse amor e sua grandeza. Ele lidera servindo à esposa e aos filhos. Mas não confunda servir com ser escravo. Quando servimos, fazemos por liberalidade, por amor, enquanto a escravidão é involuntária.

É interessante que há um contraponto ao servir com amor, que é o querer com egoísmo. Deus desde o princípio deu do que Ele é para formar o mundo, e continuou dando mesmo quando pecamos, pois enviou Seu filho para morrer em nosso lugar, já que Ele mesmo, Deus, havia definido as leis e teria que haver remissão dos pecados com derramamento de sangue.

Bem, Ele continuou amando e enviou Seu Filho, Jesus, para morrer por nós. O grande e supremo Deus servindo por amor a nós. Agora, observe o coração do maligno, do reino de Satanás. Este sempre desejou ter o que não lhe pertencia, ou seja, quis o lugar de Deus. Isto se chama cobiça e egoísmo.

Logo, o amor é um atributo do Reino de Deus, enquanto a cobiça, do reino de Satanás. O amor deseja dar e servir, enquanto a cobiça deseja ter e receber a satisfação própria.

Foi usando este princípio que Salomão julgou a causa daquelas duas mulheres, em que uma havia perdido seu filho à noite por se deitar sobre ele. Não havia testemunhas, somente elas. A que havia perdido seu filho não se importava em que o outro fosse cortado ao meio, enquanto aquela que era a mãe verdadeira, preferia dar o filho inteiro à outra do que vê-lo morto. Sua disposição de abrir mão do filho era a sua prova de amor, e Salomão, reconhecendo isso, lhe devolveu o filho.

Invariavelmente quando nos procuram para receber orientação no casamento observamos que um dos cônjuges está insatisfeito por não ter o que deseja ou da forma que deseja. Dificilmente escuto alguém dizer que amou e não foi correspondido.

Existem tantos casais que desejam mudar um ao outro, num processo egoísta de satisfação própria, o que tem levado muitos à derrota. Mas quando há o interesse em que o outro seja bem cuidado e feliz, há a construção de uma família.

No trabalho é a mesma coisa, se aquilo que é necessário ser feito é feito, certamente o trabalhador será reconhecido pelo seu patrão, exceto por questões econômicas extraordinárias.

Certo pregador uma vez disse “Parei de praticar o que prego e agora estou pregando o que pratico”. Não importa o que sabemos ou pregamos, o que vale mesmo é o que praticamos. Estes dias disse a uma pessoa: “Olha, não adianta conhecer a bíblia toda e não colocar em prática, é preferível praticar o pouco que conhece.” A pessoa se assustou por escutar isto, mas é isto mesmo, o pouco praticado é melhor que o muito sem atitude.

O mundo hoje está cheio de conhecimento e de discurso, é como aquele político em época de eleição que promete “mundos e fundos” e após ser eleito, desaparece. Como aqueles casais apaixonados que prometem amor eterno e logo após o casamento perdem o interesse.

Não devemos andar da mesma forma, mas sim aplicar à nossa vida o exemplo maravilhoso de liderança servidora em amor de Cristo Jesus. Pratique o servir em amor e transforme sua vida.

PARA EXERCITAR

Tenho sido egoísta em meus relacionamentos?
O que posso fazer para passar a servir em amor?

"Pai celestial, perdoe-me por todas as vezes em que fui egoísta desejando apenas meu próprio bem. Desejo aprender com Jesus a servir em amor, ajuda-me nesta caminhada transformando meu coração e mente. Amém!"

Luiz Antonio Luize

You Might Also Like

0 comentários

Mensagens Mais Lidas

Pensamentos e Reflexões Cristãs

Formulário de contato