featured Hamilton Melo

Palavras vazias, sobre um Deus morto

15:10:00Saulo Brunello




"Esse povo se aproxima de mim com a boca e me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim”

Isaías 29:13

Essa triste constatação feita pelo nosso Deus, a respeito do culto prestado pelo seu povo Israel, revela que só palavras bonitas e com aparência de piedade, não são suficientes para convencer o Senhor. 

Podemos enganar a todos ao nosso redor, demonstrando uma espiritualidade fervorosa ou mesmo uma vida cristã “impecável”, mas que na verdade não passa de encenação. E muitas vezes somos muito bons atores. Pior ainda é quando achamos, sim achamos, que estamos agradando ao Senhor com nossa “incrível” religiosidade. 

Porém, Ele tudo sabe, Ele tudo vê e conhece os desígnios dos corações humanos. A farsa que somos não se sustenta diante de Sua presença. 

A quem queremos enganar com um discurso sobre um Deus vivo, sendo que de verdade, na intimidade, não O conhecemos? Do que adianta falar de um Cristo que salva, que transforma, que liberta; mas que eu nunca andei com Ele? 

Hoje em dia se fala muito em Jesus, em Deus, em Evangelho; muita gente se dizendo representantes Dele aqui na Terra; uns parecem até proprietários de Deus. Outros dizem que Ele está aqui ou ali, bastando ter fé para alcançar os Seu “benefícios”. Tem ainda os que oferecem um “Deus” de acordo com seu bolso. Quanto maior a oferta financeira, mais poderoso esse “Deus” será. 

Mas será que realmente Ele está no meio de tudo isso? Se Ele está, por que é tão difícil reconhecê-lo na vida de alguém? Por que as palavras desses que se dizem Seus representantes são tão vazias e sem significados práticos? Palavras e mais palavras; Deus é isso, Deus é aquilo; Jesus está aqui, Jesus está ali, blá, blá, blá...

E onde está a mudança de vida, a regeneração, a transformação, a piedade, a misericórdia, a compaixão, o amor ao próximo na prática, a ajuda ao necessitado; a consideração ao outro, a verdade, a sinceridade, a comunhão, a dedicação, a negação de si; o afeto, o carinho, a atenção; a retidão, a justiça, a equidade, a santidade? Como eu posso falar e falar, sendo que não demonstro a verdade do meu discurso na minha própria vida? São palavras vazias, sobre um “Deus” morto, proferidas por alguém que nunca o conheceu de verdade! 

Por isso, eu peço ao Senhor que não me deixe mais ser um farsante, alguém que O honra somente com os lábios, com palavras fazias; que a verdade do evangelho se manifeste em mim e que eu manifeste a verdade do evangelho nas minhas ações, em todo o tempo, em todo lugar. Não como um hipócrita, mas como um verdadeiro servo que tem o coração cheio de Cristo. 

Que Deus esteja vivo em mim. Amém!

Hamilton Melo

You Might Also Like

0 comentários

Mensagens Mais Lidas

Pensamentos e Reflexões Cristãs

Formulário de contato