coração featured

Desvendando O Nosso Coração

17:15:00Marco Cicco


“Não somos como Moisés, que colocava um véu sobre a face para que os israelitas não contemplassem o resplendor que se desvanecia. Na verdade as mentes deles se fecharam, pois até hoje o mesmo véu permanece quando é lida a antiga aliança. Não foi retirado, porque é somente em Cristo que ele é removido. De fato, até o dia de hoje, quando Moisés é lido, um véu cobre os seus corações. Mas quando alguém se converte ao Senhor, o véu é retirado. Ora, o Senhor é o Espírito e, onde está o Espírito do Senhor, ali há liberdade. E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Senhor, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Senhor, que é o Espírito.” (2 Coríntios 3.13 – 18) 



Esse texto mostra de forma consistente a crítica de Paulo ao comportamento de Moisés.

Claro que Moisés foi um líder sem igual no Antigo Testamento, e sem dúvida é um grande referência no que diz respeito a história de Israel.~

Porém, assim como qualquer ser humano, Moisés falhou.

Acontece que na época em que Moisés ia até a presença do Senhor para ouvir as instruções do Pai, seu rosto voltava resplandecendo, brilhando.

E para não causar um temor nos demais da congregação, ele cobria o seu rosto com um véu, de forma que as pessoas não pudessem ver o rosto dele brilhando.

Ocorre que em dado momento Moisés passa a esconder o seu rosto debaixo do véu, não para evitar que as pessoas vissem o brilho de seu rosto, mas para que eles não vissem que o brilho de seu rosto estava saindo.

Um líder tão expressivo cometendo um erro tão primário: dissimulação, vivendo de aparências, deixando o ego de ser um grande líder nortear sua vida, ao ponto de pensar em viver por uma aparência do que por uma realidade com Deus.

Assim como muitos de nós que nos perdemos em nosso ego, e buscamos viver uma vida em torno de uma imagem que as pessoas construíram de nós.

E o grande problema é que essa atitude nos leva a abismos tão grandes que poucos são os que conseguem voltar ao caminho.

Por vezes em nossa Caminhada Cristã, precisamos parar a rotina, e avaliar, sobre quais são as nossas razões e motivações de viver e servir.

O grande problema de você viver de aparência é que você se torna escravo dessa aparência, e isso te leva para longe de Deus e para a longe de si mesmo.

E hoje peço que você pense nisso.

Se em algum momento você se perdeu sobre o propósito de sua vida, saiba que ainda é tempo de ter um recomeço em sua caminhada.

O que eu proponho:

Exercite a humildade: ore e busque diante de Deus a real compreensão de quem você é. Não pense e nem permita que outros pensem mais do que você é, pois isso é absurdamente nocivo.

Não deixe que elogios, méritos, competências e até mesmo suas experiências com Deus te seduzam ao ponto de pensar que você é melhor do que alguém , ou alguém com um tratamento especial ou com um nível espiritual mais elevado. Não vale a pena viver nessa perspectiva. Paulo disse isso, que não queria que ninguém pensasse dele algo a mais do que ele era. Leia 2 Coríntios 12.6.

Tire o véu do seu coração: denuncie diante de Deus todo o pecado, toda a deformidade da alma, toda a angústia e toda e qualquer coisa que lhe impeça de ver com lucidez quem você é diante do Pai, e principalmente, o caminho que está seguindo, em submissão ao Pai.

Não vista esse véu do engano, mas sim, seja transparente diante de Deus.

dEle, não podemos esconder nada, e é por Ele que devemos viver em verdade.


Pense nisso.


Minha oração: “Senhor, ajude-me a tirar esse véu do meu coração, para que eu seja transformado, a cada dia, segunda a Tua imagem e semelhança. Que meu ego, orgulho e altivez sejam deixados de lado. Ajude-me a vencê-los, para que eu possa caminhar eu Sua direção Senhor, todos os dias da minha vida. Em nome de Jesus. Amém!”


Fique firme, estamos juntos em oração!

Abrs.


Marco Aurélio Cicco

You Might Also Like

0 comentários

Mensagens Mais Lidas

Pensamentos e Reflexões Cristãs

Formulário de contato